domingo, 29 de junho de 2014

Boa semana para todos


Realmente é mesmo assim... a vida é curta demais para nos acharmos no direito de nos sentirmos tristes ou infelizes com coisas que, se pensarmos bem, não são tão importantes assim. Tenhamos a sabedoria para discernir o que é e o que não é importante.

Tenham uma semana feliz! :)

Beijinhos

sábado, 28 de junho de 2014

Why?


O que é que é normal? O que é que é ser-se convencional? Uma arma de defesa? Uma táctica de sobrevivência? Uma regra a cumprir para pertencer a uma comunidade? E vale a pena pertencer a essa comunidade?

Quer queiramos quer não, esse ser-se "normal" está-nos demasiado incutido na nossa mente e na forma como aprendemos a estruturar o nosso pensamento. Mesmo que o nosso coração grite que é melhor não ser-se normal, a nossa cabeça joga uma pedra para cima do coração, magoa-o, e sussurra-lhe apenas que é ela quem o comanda.

Então mas afinal... anatomica e biologicamente discutindo.... é o coração que, responsável por bombear o sangue e irrigar o cérebro para que este possa funcionar, comanda a cabeça, ou é a cabeça que, por comandar todos os órgãos, inclusive o coração, lhe ordena que trabalhe ou não, sendo superior a ele?

Quem nasceu primeiro? A galinha ou o ovo?

As minhas palavras de sempre


Às vezes, em sonho triste

Às vezes, em sonho triste
Nos meus desejos existe
Longinquamente um país
Onde ser feliz consiste
Apenas em ser feliz.

Vive-se como se nasce
Sem o querer nem saber.
Nessa ilusão de viver
O tempo morre e renasce
Sem que o sintamos correr.

O sentir e o desejar
São banidos dessa terra.
O amor não é amor
Nesse país por onde erra
Meu longínquo divagar.

Nem se sonha nem se vive:
É uma infância sem fim.
Parece que se revive
Tão suave é viver assim
Nesse impossível jardim.

Fernando Pessoa

Feeling blue. Listening to beautiful musical arrangements...

Não conhecia esta artista violinista. Lindsey Stirling. Encontrei estas belíisimas versões de músicas conhecidas.

My Immortal - Evanescence - Lindsey Stirling cover

Radioactive - Lindsey Stirling and Pentatonix (Imagine Dragons Cover)

All Of Me - John Legend & Lindsey Stirling

Lord of the Rings Medley - Lindsey Stirling

Free your mind, and the rest will follow.


Bom fim-de-semana a todos!

Beijinhos

Leituras - "Coração sem Limites"

de Katie Davis, com Beth Clark. 2011.


A fé move montanhas. É uma expressão que comummente ouvimos mas nem sempre temos ideia concreta daquilo que pode na realidade representar. Na capa do livro refere-se "Uma História de Amor Incondicional" e em suma é disso mesmo que trata. Talvez passe pela cabeça de alguns dos que vivem confortavelmente num mundo dito desenvolvido, em que, por vezes de forma garantida (e a que portanto nem damos o devido valor) temos acesso a todo o tipo de bens e cuidados especializados, deixar tudo isso para trás e partir para a escuridão. Escuridão alegórica de países em que se morre de fome, em que as pessoas pouco mais conseguem ter do que a roupa (trapos) que trazem no corpo e um pedacinho de chão para dormir. Países em que a doença se propaga como um perfume no ar e onde a morte e a miséria são a regra. Se compararmos aquilo a que chamamos de pobreza nos nossos países desenvolvidos e o dia-a-dia nos países subdesenvolvidos muito provavelmente ganharemos uma nova visão sobre o que consideramos como limiar de pobreza. Os "nossos" muito pobres são extremamente ricos quando comparados com os pobres (que são a população em geral) de outras paragens menos afortunadas... 

Este livro conta, na primeira pessoa, uma história verdadeira, real e que existe! Katie Davis, com apenas 18 anos e uma profunda fé no exemplo de Jesus e o amor ao próximo, deixou a vida confortável que tinha nos EUA, os pais e os amigos, o namorado, o seu quarto e as suas roupas, um futuro promissor e a entrada na universidade, para ir para o Uganda. Começou por trabalhar num orfanato e quando deu por isso já tinha lá a sua própria casa, 14 filhas adoptadas, 400 outras crianças que dela dependem para sustento diário, uma organização chamada Amazima (criada em 2008) que recolhe fundos e proporciona educação, alimentação e cuidados de saúde a milhares de pessoas.... e um coração mais rico, mais feliz. Mais pobre de bens e facilidades, mas mais rico de amor e espiritualidade. A par de momentos de medo, insegurança, desespero e agonia (que acredito não devem ser poucos para alguém habituado a ter tudo e a viver de forma segura), esta jovem mulher acredita profunda e até apaixonadamente (talvez tenhamos mesmo de nos deixar enebriar pela paixão para fazer coisas inacreditáveis!!) em Jesus, num Senhor que a guia, que a ilumina e a ensina dia após dia, lição após lição. É o testemunho estóico e corajoso de alguém que ousou dar o passo em frente sem ter a mínima noção de como seria o caminho a percorrer. Nesse aspecto não tenho dúvidas de que se trata de amor incondicional e inconfundível.

Não sei porque comprei este livro nem porque me chamou a atenção de entre tantos outros que o envolviam. Talvez porque no meu interior tenho um pouco desse sonho, de fazer o mesmo que ela fez. Largar tudo, esvaziar as malas e ir em busca daquilo que, cá dentro, sei ser o mais importante. Muitos dias, rodeada das minhas coisas e dos meus pequenos luxos e das minhas rotinas, me questiono qual o sentido de tudo isto. E para mim é claro que tudo isto não significa nada, é vazio. Pode trazer-nos alguma satisfação e prazer imediatos mas não nos traz o mais importante: alegria intrínseca, dever cumprido, sabedoria e serenidade. E isso é o que procuro. Sei que ando um pouco desviada e embrenhada naqueles que aparentam ser os objectivos mais correctos na sociedade em que vivemos mas sei que um dia não vou suportar isto muito mais e vou seguir o meu caminho. Faz parte desse caminho conhecer-mos e sentirmos exactamente aquilo que não queremos ter na vida. Espero ver e agarrar sem medos quando chegar esse momento. Assim como Katie fez. Poderá não passar por ir para outro país nem cumprir à risca esse mesmo exemplo, mas por fazer algo que provoque mudança e rumo ao bem onde for e por quem for chamada para fazê-lo.

Este livro consiste não apenas no relato de Katie, mas também numa reflexão sobre a Bíblia, os ensinamentos cristãos e a religião.

A Katie tem um blog - http://katiedavis.amazima.org/ - onde relata periodiocamente as suas histórias e aventuras. Onde se pode ficar a conhecer um pouco melhor a Amazima, o seu trabalho e fazer donativos.


Bem-haja! ;)

Frases ou ideias que registei:

..."tempo africano que, em regra geral, está várias horas atrasado em relação ao tempo real"...

.."há uma lição em tudo, grande ou pequena"...

..."para que pudesse ter um pequeníssimo vislumbre do que o Seu coração deve sentir ao ver a Igreja desviar-se para a religião e afastar-se das coisas que são tão importantes para Ele, como os pobres e os indesejados do mundo"...

..."em Colossenses 3:23 diz-se "Tudo o que fizeres, fá-lo de boa vontade. Sabendo que receberás uma herança do Senhor como recompensa."... "Mateus 19:21, Marcos 10:21 e Lucas 18:22 "Vai, e vende tudo o que tens, dá-o aos pobres, e terás um tesouro"...

..."nem sempre sei para onde vai esta vida. Não consigo ver o fim da estrada, mas aqui fica a melhor parte: coragem não é saber o caminho, é dar o primeiro passo. É Pedro a sair do barco e pisar a água com a fé absoluta de que Jesus não o deixará afogar-se."...

..."estou entusiasmada e aterrorizada, há quem lhe chame loucura, eu chamo-lhe fé..."

..."Temos de conhecer o desgosto para podermos apreciar plenamente a alegria."... "foi preciso o assassínio para que houvesse redenção"...

..."nada nos aproxima mais do que a injustiça"...

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Acerca destas temperaturas doidas e bipolares...


Se calhar o problema não é do São Pedro!! :P

This one has IT!

Conhecem Macklemore?! Este?  É um rapper (branco) norte-americano. Já conhecia  algumas músicas a que achava alguma graça... mas vi um concerto dele e.... WOWWWW! Amei! Fiquei fã!! Principalmente porque não estava à espera de um desempenho daqueles! Por norma estes artistas valem-se demasiado dos meios electrónicos e efeitos musicais mas este... reproduz mesmo as músicas e repa tão bem ou melhor ao vivo como nas gravações. Admiro isso. Este é verdadeiro. Que espectáculo! E ainda por cima apercebi-me que uma data de músicas que eu já gostava mas não sabia de quem eram... eram dele. ;) Ele é meio louco mas se ouvirmos as músicas com um bocadinho de atenção... percebemos que não são apenas música para curtir sem pensar como aparentam (e continuam a ser óptimas para isso!!) mas têm letras e enredos muito interessantes. 

Adoro esta (principalmente a parte do.... cadilac):

White Falls

Cant hold us (esta música ao vivo ainda é inacreditavelmente melhor!!!)
My Oh My
The Town

Irish Celebration

Victory Lap

Otherside (base da música original dos meus queridos RHCP)

E a inconfundível Same Love, que já partilhei aqui.

sábado, 21 de junho de 2014

Fofuras... breathe! Close your eyes and follow your heart!


Tenham em excelente fim-de-semana!

Beijinhos ;)

Show me the money!!


Eu gosto que a nossa selecção nacional de futebol ganhe e represente da melhor forma o nosso país no estrangeiro, seja a nível europeu como mundial. Mas também acho que há demasiado frenesim e investimento e mordomices para estes atletas. Não que não o mereçam, mas é injusto não vermos o mesmo tipo de atenção, investimento e mediatismo noutras modalidades desportivas e noutros atletas que, ao invés destes, ganham muito pouco e fazem o que fazem apenas e só por "amor (puro) à camisola".
Não obstante achar o exposto acima, espero que amanhã a selecção ganhe e consiga apurar-se à próxima fase. Se não vocês vão ter de me gramar a reclamar sobre todas essas mordomices a quem têm direito, que eu, e os restantes cidadãos e contribuintes portugueses, estamos a pagar! Humpf!

Eu não quero incutir pressão.... mas ai de vocês se não ganharem!! OUVIRAM?!?! LERAM BEM?!?! ;)

Malandro... updates do gato mais lindo do mundo!


O gato mais malandro (no que toca a brincadeira, e também no que toca a ronha e preguicite aguda!) está um mimo! Muito brincalhão (às vezes em modo "sou completamente doido!!!"), muito fofo e muito apegado a mim. 
A única coisa que ele não se tem portado lá muito bem é a receber visitas! Não gosta! Pior... detesta! Tem medo. É super desconfiado e retraído! Nos primeiros momentos esconde-se e às vezes até eu tenho dificuldade em encontrá-lo! Enfia-se nos sítios mais esquisitos! Depois de passar algum tempo, e porque é curioso, começa a espreitar, sempre a medo e eventualmente acaba por vir para perto de nós e quer brincar e colo. Mas até lá... escusam de procurá-lo ou chamá-lo. Ele finge ser inexistente! Invisível!
Eu antes ainda ia à procura dele e como que o forçava a enfrentar os seus medos (vulgo visitas!), mas agora simplesmente deixo-o desaparecer e deixo-o à vontade para vir conhecer ou não as pessoas. Se ele quiser vem, se não quiser não vem! 
Mas o mais engraçado é que mal as visitas saem de casa ele aparece como que por magia, como se nada fosse, todo brincalhão e bem-disposto, e até vem à janela despedir-se e ver as visitas a abalarem...
Nessa altura quase que lhe leio o pensamento.... "vão-se embora seus intrusos!".... eu tenho sem dúvida um gato muito (pouco) cicerone e afável para com estranhos! :S :D 

Aventurisses culinárias!


Quem é que aqui ADORA petit-gateau?!?! EU!!!! Adorava os da marca selecção continente mas deixaram de ter... :( pelo que me aventurei, fui ver a receita e experimentei fazer em casa! Não são nada difíceis de fazer e ficam tão bons!! Eu deixei foi cozer um pouquinho mais do que devia e acabaram por ficar mais muffins do que petit gateau (com o chocolate líquido no meio), mas vou fazer novamente a receita e deixar o tempo que realmente é indicado e me parecia pouco! 
Nesse dia em que experimentei esta receita estive "encafuada" na cozinha. Saiu mais um bacalhau no forno e um pudim de ovos. :)

Receita para os petit-gateau:
200 gr chocolate culinária (amargo...e que eu adoooooro!!)
2 colheres sopa margarina para culinária
50 gr açucar
50 gr farinha
2 ovos + 2 gemas


Parte-se o chocolate aos bocadinhos e junta-se a margarina. Vai ao lume (brando ou em banho-maria) até obter um creme de chocolate. Retira-se do lume. Juntam-se os ovos e as gemas extra, o açucar. Depois de tudo bem envolvido junta-se a farinha.
Vai ao forno em formas pequenas (de queques/muffins) que não se enchem totalmente (pois a massa vai crescer) e deixa-se cozer a 180ªC durante 7 minutos, tal que fiquem cozidos e com crosta por fora mas com o chocolate líquido por dentro.
Depois de retirados do lume deixam-se arrefecer e estão prontos! (Podem ser congelados.)
Nham Nham!!!

Cenas e Coisas #6



Os primeiros tomates deste ano na minha horta! Tenho tomate cacho, chucha, cherry e salada (redondo). Há quem não suporte mas eu adoro o cheiro da planta (tomateiro) e é um prazer apanhar tomate. E comê-los também óbvio!!! :) 
Nasceu a primeira rosa anã (também conhecidas por Rosas de Sta. Teresinha, penso eu....de que!) da roseira que já vive em minha casa há uma data de meses!! E tem uma cor lindíssima não acham?
Na horta, em cima de uma das flores da couve já espigada andam por esta altura muita bicheza, incluindo estes amigos aqui... os abelhões!!! :P uhhhhhhh Por acaso não tenho medo de abelhas nem de abelhões.... mas de gafanhotos já é outra conversa!!! ME-DO! MUITO!!!! :S :P
Um avião militar a sobrevoar (me). Isto da perspectiva é algo maravilhoso. Uma coisa tão grande como um avião e aqui parece uma pintinha num imenso céu azul! Aquilo que vemos e como vemos depende sempre de onde nos colocamos para esse efeito!
Na última foto.... uma árvore que não conhecia, nunca tinha visto antes e continuo sem saber o nome e espécie. Mas produz estas maravilhas fotográficas! Na ponta dos seus pequenos ramos, por entre uma folhagem recortada surgem estas flores que parecem ser plumas! Lindíssimas, por sinal! :)

Street Art

Ainda não tinha explorado o Google Cultural Institute e finalmente fi-lo. É um mundo de arte dentro de um site. "Discover exhibits and collections from museums and archives all around the world. Explore cultural treasures in extraordinary detail, from hidden gems to masterpieces."

E uma das ferramentas/ links mais interessantes no site geral, na minha opinião, é o Street Art. Aqui conseguem ver-se, por localização, várias fotos de arte urbana. Graffitis e pinturas urbanas (algumas já não existem... estavam em prédios que já foram demolidos!) que representam um tipo de arte que adoro e sempre me encantou em todos os sítios onde já estive e por onde caminhei. As pinturas urbanas e feitas à revelia das autoridades nem sempre são apenas riscos e vandalismo. Desses eu também não gosto e repudio quem estraga bens comuns para escrever ou desenhar parvoíces. Embora também ache que essa Pixação diz muito de uma cidade, de quem lá habita e como por lá se vive. 
Mas o que eu realmente admiro e gosto de ver são pinturas a sério feitas em paredes e objectos urbanos. Como as que foram captadas, imortalizadas e que podemos visualizar no Sreet Art da Google. Há graffitis que muitas vezes embelezam e tornam muito mais atractivas certas zonas numa localidade. Eu adoro ver e fotografar esses desenhos, as cores, as formas, os desabafos.... :) Há autênticas obras de arte por aí, à vista de todos!

Aqui têm as fotos de Lisboa. E respectiva interpretação. 

Muito interessante! ;)


Para quem não gosta de pinturas e arte urbana.... já pensou bem na quantidade de publicidade a que somos expostos nas ruas movimentadas de grandes cidades? Chega a ser agressivo! Não é tão mais agradável e até justificável (!!) ver pinturas e expressões artísticas únicas?! ;)

sábado, 14 de junho de 2014

Muito importante

Às vezes nem nos damos conta da fragilidade da vida. Em como em apenas numa pequena e aparentemente inofensiva distracção e em segundos tudo pode mudar. Em como a vida pode ela própria terminar assim, abrupta e estupidamente.

Este é talvez um dos melhores vídeos sensibilizadores para o tema da segurança rodoviária, neste caso especificamente direccionado ao uso do telefone enquanto se conduz!


Quem nunca olhou ou usou o telefone enquanto conduzia que atire a primeira pedra. De uma forma ou de outra, por uma ou outra razão, já praticamente todos o fizemos. Podemos dar graças à sorte não termos sido vítimas desse gesto. Quando queremos fazer tudo ao mesmo tempo e ousamos desafiar a proporcionalidade das coisas, habilitamo-nos (e algumas vezes colocamos outros também em risco!) a aprender a lição da forma mais dura.


É de se engolir em seco não acham? :X

(obrigada ao João Bento por me ter enviado este link ;))

Afinal lidar com mulheres é fácil! Vejam só!

Toda a gente sabe que as mulheres, no geral, são autênticos caldeirões hormonais. O nosso estado de espírito, nos momentos mais críticos, consegue assemelhar-se a uma montanha russa daquelas vertiginosas e acrobáticas! Se não é fácil para nós lidarmos connosco próprias imagino que também não o seja para os que nos rodeiam... os sofredores... os homens! Ora aqui está um guia bem fácil, prático e directo em como lidar com a mulher para que corra sempre tudo bem. (e mesmo assim há 1% de probabilidades para que tal não aconteça!!! uhhhhhhhh)


É fácil?!

Farto-me de rir com isto....

Às vezes nem nos passa pela cabeça a quantidade de situações inóspitas e hilariantes que se passam nos hospitais e afins. Se por um lado denotam o baixo nível de informação (vulgo ignorância) a que grande parte do povo está votado, por outro, não deixam de ser pérolas preciosas pois foram fruto, acima de tudo, da ingenuidade das pessoas. E sublinho que ignorância é algo bem diferente de ingenuidade!
Vamos a elas!


"Carlos Barreira da Costa , médico Otorrinolaringologista da cidade do Porto, decidiu compilar no seu livro "A Medicina na Voz do Povo", com o inestimável contributo de muitos colegas de profissão, trinta anos de histórias, crenças e dizeres ouvidos durante o exercício desta peculiar forma de apostolado que é a prática da medicina. E dele vão verdadeiras jóias deste tão pouco conhecido léxico:

Os aparelhos genital e urinário são objecto de queixas sui generis: 
"Venho aqui mostrar a parreca". 
"A minha pardalona está a mudar de cor". 
"Às vezes prega-se-me umas comichões nas barbatanas". 
"Tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza". 
"Fazem aqui o Papa Micau ( Papanicolau )?" 
"Quantos filhos teve?" - pergunta o médico.
"Para a retrete foram quatro, senhor doutor, e à pia baptismal levei três". 
"Apareceu-me uma ferida, não sei se de infecção se de uma f... mal dada". 
"Tenho de ser operado ao stick . Já fui operado aos estículos". 
"Quando estou de pau feito... a p... verga". 
"O Médico mandou-me lavar a montadeira logo de manhã". 

O diálogo com um paciente com patologia da boca, olhos, ouvidos, nariz e garganta é sempre um desafio para o clínico: 
"Quando me assoo dou um traque pelo ouvido, e enquanto não puxar pelo corpo, suar, ou o ca..., o nariz não se destapa". 
"Não sei se isto que tenho no ouvido é cera ou caruncho". 
"Isto deu-me de ter metido a cabeça no frigorífico. Um mês depois fui ao Hospital e disseram-me que tinha bolhas de ar no ouvido". 
"Ouço mal, vejo mal, tenho a mente descaída". 
"Fui ao (O)Ftalmologista, meteu-me uns parafusinhos nos olhos a ver se as lágrimas saiam". 
"Tenho a língua cheia de Áfricas (aftas)". 
"Gostava que as papilas gustativas se manifestassem a meu favor". 
"O dente arrecolhia pus e na altura em que arrecolhia às imidulas (amígdalas) infeccionava-as". 
"A garganta traqueia-me, dá-me aqueles estalinhos e depois fica melhor". 

As perturbações da fala impacientam o doente: 
"Na voz sinto aquilo tudo embuzinado". 
"Não tenho dores, a voz é que está muito fosforenta". 
"Tenho humidade gordurosa nas cordas vocais". 
"O meu pai morreu de tísica na laringe". 

Os "problemas da cabeça" são muito frequentes: 
"Há dias fiz um exame ao capacete no Hospital de S. João". 
"Andei num Neurologista que disse que parti o penedo, o rochedo ou lá o que é...". 
"Fui a um desses médicos que não consultam a gente, só falam pra nós". 
"Vem-me muitos palpites ruins, assim de baixo para cima...". 
"A minha cabecinha começa assim a ferver e fico com ela húmida, assim aos tombos, a trabalhar". 
"Ou caí da burra ou foi um ataque cardeal (cerebral)". 


As dores da coluna e do aparelho muscular e esquelético são difíceis de suportar: 
"Metade das minhas doenças é desfalsificação dos ossos e intendência para a tensão alta". 
"O pouco cálcio que tenho acumula-se na fractura". 
"Já tenho os ossos desclassificados". 
"Alem das itroses (artroses) tenho classificação ossal". 
"O meu reumatismo é climático". 
"É uma dor insepulcrável (insuportável)". 
"Tenho artroses remodeladas e de densidade forte". 
"Estou desconfiado que tenho uma hérnia de escala (discal)". 

O português bebe e fuma muito e desculpa-se com frequência: 
"Tomo um vinho que não me assobe à cabeça". 
"Eu abuso um pouco da água do Luso". 
"Não era ébrio nato mas abusava um pouco do álcool" 
"Fujo dos antibióticos por causa do estômago. Prefiro remédios caseiros, a aguardente queimada faz-me muito bem". 
"Eu sou um fumador invertebrado". 

O aparelho digestivo origina sempre muitas queixas: 
"Fui operado ao panquecas (pâncreas)". 
"Tive três úlceras: uma macho (?), uma fêmea (?) e uma de gastrina (gástrica)". 
"Ando com o fígado elevado (?). Já o tive a 40, mas agora está mais baixo". 
"Eu era muito encharcado a essa coisa da azia". 
"Senhor Doutor a minha mulher tem umas almorródias que com a sua licença nem dá um peido". 
"Tenho pedra na basílica (?)". 
"O meu marido está internado porque sangra pela via da frente e pinga pela via de trás". 
"Fizeram-me um exame que era uma televisão a trabalhar e eu a comer papa". 
"Fiz uma mamografia ao intestino". 
"O meu filho foi operado ao pence (apêndice) mas não lhe puseram os trenos (drenos), encheu o pipo e teve que pôr o soma (sonda)". 

Os medicamentos e os seus efeitos prestam-se às maiores confusões: 
"Ando a tomar o EspermaCanulado"- (Espasmo Canulase) 
"Tenho cataratas na vista e ando a tomar o Simião" -( Sermion) 
"Andei a tomar umas injecções de Esferovite" - (Parenterovit) 
"Era um antibiótico perlim pim pim mas não me fez nada" -( Piprilim) 
"Agora estou melhor, tomo o Bate Certo" - (Betaserc) 
"Tomo o Sigerom e o Chico Bem" -( Stugeron e Gincoben) 
"Ando a tomar o Castro Leão" -( Castilium) 
"Tomei Sexovir" -( Isovir) 
"Tomo umas cábulas (cápsulas) à noite". 
"Tomei uns comprimidos "jaunes", assim amarelados". 
"Tomo uns comprimidos a modos de umas aboborinhas". 
"Receitou-me uns comprimidos que me põem um pouco tonha". 
"Estava a ficar com os abéticos (diabetes) no sangue". 
"Diz lá no papel que o medicamento podia dar muitas complicações e alienações". 
"Quando acordo mais descaída tomo comprimidos de alta potência e fico logo melhor". 
"Ó Sra. Enfermeira, ele tem o cu como um véu. O líquido entra e nem actua". 
"Na minha opinião sinto-me com melhores sintomas". 

O que os doentes pensam do médico: 
"Também desculpe, aquela médica não tinha modinhos nenhuns". 
"Especialista, médico, mas entendido!". 
"Não sou muito afluente (frequente) de vir aos médicos". 
"Quando eu estou mal, os senhores são Deus, mas se me vejo de saúde acho-vos uns estapores". 
"Gosto do Senhor Doutor! Diz logo o que tem a dizer, não anda a engasular  (enganar) ninguém". 
"Não há melhor doente que eu! Faço tudo o que me mandam, com aquela coisa de não morrer". 

Em relação ao doente o humor deve sempre prevalecer sobre a sisudez e o distanciamento. Se não atentem neste "clássico": 
"Ó Senhor Doutor, e eu posso tomar estes comprimidos com a menstruação? 
Ao que o médico retorque: "Claro que pode. Mas se os tomar com água é capaz de não ser pior ideia. Pelo menos sabe melhor."




E esta agora é fresquinha!! Uma amiga minha teve bebé há uns meses. Na cama ao lado dela, antes de parir a criança e ainda no internamento, estava uma futura mãe adolescente. Estava ali deitada, revoltada porque não lhe apetecia nada ter ficado internada no hospital e por isso ligava para a família e namorado a dizer que não percebia nada daquilo e que já lhe tinham... (preparem-se para a expressão...) dado uma injecção nas nalgas!! Sim... uma injecção... e... nas nalgas! Ora este tipo de abordagem dá logo para perceber o tipo/proveniência da rapariga. Não fosse o momento de dores e contracções e aquilo dava ali uma história engraçada para as mentes mais perversas e perversivas!! Mas o mais caricato foi ela desligar o telefonema, já um pouco mais descontraída depois de ter descarregado um pouco da sua raiva com os familiares.... ao que a minha amiga lhe pergunta se ela está melhor. E ela, a rapariga.... responde olhando para as próprias mãos...que não fazia a mínima ideia por que a tinham internado, que lhe falavam de um dedo mas ela não estava a ver problema nenhum em nenhum dos seus lindos dedos... A minha amiga nem queria acreditar! Aquela rapariga ia ter bebé, estava com 1 dedo de dilatação (o bebé nasce aos 10 dedos de dilatação) e nem sabia por que ali estava nem tan pouco o que a esperava!! Oh credo.... Bem... acho que passadas umas horas e já com o filho nos braços ela deve ter percebido!!! Who knows right!?!? Insólito!

Para passar o tempo...

Acreditam em jogos para ajudar a "matar" o tempo? Não? Pois eu também não. Mas gosto de alguns! Bubble, Quiz, Majhong, Solitário, são os que ainda... vá lá... lhes dou uns toques muuuuito de vez em quando! Não sou nada dada a jogos, por enquanto! Mas aqui está um que advoga dar resultados contra a alzeimer (e das doenças quase todas será certamente uma das mais cruéis...):

"Con la ayuda del mouse recoge las manzanas moviendo el tarro.  

Ejercicio contra el alzehimer ¡Pilas pues!

SI LLEGAS A LAS 50 MANZANAS ES QUE TIENES BUENOS REFLEJOS Y BUENA VISTA , SI LOGRAS MÁS SON EXCELENTES , SI LOGRAS MENOS HAY QUE EMPEZAR A PREOCUPARSE Y PRACTICAR UN POCO CADA DÍA PARA AGILIZAR LOS REFLEJOS!!!!"

Jogar/ Apanhar maçãs AQUI!!

Num futuro perto de si.... ME-DO!


Fofuras... tenham um fds fresquinho.... rsrsrsrrsrs


Este fim-de-semana vai estar (já está!) muito calorrrrrr!! Só apetece estar com os pés de molho!
Aproveitem a praia, a piscina ou até mesmo o alguidar em casa! LOL Be cool!!!

Beijinhos a todos

Oh sim... sim! :D

Perdia-me por swarovski site shop online.... hum hum... perdoem-me as divindades e os fundamentalistas. I'm a girl and i love jewellery! So what?! Podemos sonhar não?! :) 

Acho que a Swarovski tem peças lindíssimas. Um misto perfeito de simplicidade e luxo. Sou fã!



E se vos descrevessem pela forma como escrevem? Descrever... o escrever... hummmm

A nossa personalidade, o nosso ser e o nosso íntimo, por mais que os tentemos esconder ou ocultar acabam sempre por revelar-se ao mundo. Escapulirem-se aos nossos próprios mecanismos de segurança e privacidade! Tudo o que e como fazemos no nosso dia-a-dia (desde a forma como nos vestimos, as cores que escolhemos, a forma como andamos, como falamos, como nos movimentamos, etc) é expressão directa da nossa personalidade. A forma como escrevemos, não apenas no que dizemos com as palavras mas também na escrita das letras propriamente dita, pode dizer muito de nós. Ora aqui no blog se a escrita já dirá com certeza muito de mim, imaginem se colocasse aqui o que vos digo mas escrito manualmente? Saberiam ainda mais o estado de espírito com que estava a cada dia, como encaro cada coisa de que falo, de uma forma ainda mais certeira e intensa do que ler o blog tal como ele já se vos apresenta.
Não é considerada uma verdadeira ciência (por não haver ainda base científica suficiente) mas no meu entender não se trata de uma análise a descartar. A nossa letra, a força que imprimimos ao escrever, a forma como nos saem as letras e as palavras, o tamanho e o sentido que lhes damos no papel dizem por vezes mais de nós do que gostaríamos.

Chama-se a esta "técnica" Grafologia. E há algumas conclusões sobre determinadas formas de escrever que me parecem muito interessantes. Ora espreitem lá, por exemplo, aquiaquiaqui, e aqui.
E vejam este vídeo:


Para fazer pendant com as temperaturas que se fazem sentir... ;)


 
Calvin Harris - Summer

Keisza - Hideaway
Duke Dumont - I Got U
(remix de uma música que adoro! Whitney Houston - My Love is your Love)

Whitney Houston - My Love is Your Love

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Para quem gosta de fotografias e perspectivas!

Para que gosta de fotografia, olhares e perspectivas sobre as coisas e sobre os momentos, faça o favor de visitar o meu blog PERSPECTIVA - Fotos onde, indexadas por anos, sítios e tipo, estão algumas das fotos que tenho tirado ao longo dos últimos anos. Podem seleccionar o tipo de fotos por data, tipo ou conteúdo da foto (sim.... dá uma "trabalheira dos diabos" categorizar foto a foto mas acho que o resultado é realmente útil para quem está a visitar o blog!).
Como irão perceber nem todas são fotos técnicas ou que respeitem os princípios básicos da fotografia composta, muitas não são completamente nítidas ou perfeitinhas (não fosse eu uma pessoa que acha sempre mais interessante o não perfeito!!) porque acima de tudo resultam do meu olhar sobre determinada coisa. O que é que essa coisa me disse e a razão por que a fotografei. E o que vos digo acerca dela com a respectiva fotografia. São acima de tudo momentos.... :) 

Espero que gostem! E podem partilhar, usar as fotos nos vossos pc e telefones, etc. Todas as fotos têm o meu nome pois sou a sua autora. Podem usá-las à vontade desde que respeitem sempre a minha assinatura/propriedade intelectual.

Ainda estou a colocar fotos e a ganhar terreno. Estou já no ano 2013 e daqui em diante passarei a colocar fotos tiradas à data.

PS: Também podem aceder directamente aqui do blog principal através dos separadores que se encontram mesmo abaixo do título do blog! ;)

Enjoy!

Fofuras... divirtam-se! :)


Bom (tão desejado!!) fim-de-semana! Esta semana para mim foi especialmente cansativa. Time to rest... a bit! ;)

Beijinhos

Música cabo-verdiana

Pelas músicas que vpou colocando aqui no blog dá para perceber que sou bastante eclética no que toca a gostos musicais. Tudo se resume ao estado de espírito e nesse sentido tanto gosto e aprecio música mais ligeira ou mais pesada. Marcha (quase) tudo!
Nunca fui a Cabo Verde mas a sensação que tenho é que aquele povo é calmo, sereno, simples e sorridente... talvez porque seja essa a imagem que todos acabámos por ter de uma das suas maiores embaixadoras, Cesária Évora. Mas continua a fazer-se muito boa música por lá. Conhecem Lura? Eu gosto muito! Estas músicas não são novas mas são das que mais gosto. Aqui estão elas... (atenção.... estas músicas provocam movimentos alegremente involuntários a que alguns costumam chamar de "dançar") :))))))) ;)

Lura - Na Ri Na

Lura - Fitiço di Funana

Joana Vasconcelos - Coração Independente

Para quem, como eu, seja admirador do trabalho desta artista plástica portuguesa já distinguida e reconhecida mundialmente, aqui fica a dica de um documentário sobre a sua obra, e principalmente sobre a ligação entre a sua obra e a pessoa. A genialidade que ela tem e simultaneamente o quão simples, prática e realista parece ser enquanto pessoa e profissional no dia-a-dia da criação e construção das suas obras junto da equipa que trabalha com ela e que tornam reais as suas projecções.

E ainda... muitíssimo interessante a explicação dela (a autora) de algumas polémicas e emblemáticas obras como a Noiva, a Dorothy (esta é a obra mais falada no filme), as loiças Bordalo Pinheiro revestidas a croché, a Donzela,
... o que significam as panelas e o luxo do sapato gigante, os tampões num candelabro chamado noiva, o croché a revestir diversos objectos...

Vejam! Aqui! - RTP 2

Em modo "preciso descansar"... E a cantarolar interiormente esta canção de embalar...

Zeca Afonso - Canção de Embalar

Completamente chocada, traumatizada e indignada!

Passei duas semanas ansiosamente à espera do novo episódio de Game of Thrones - Season 4, e quando finalmente o vi desejei não o ter feito! Que raio de final foi aquele?! Já começo a achar demais tanta injustiça e morte violenta na série. É demais. E tudo o que demais.... pois claro que não presta! Chega a ser traumatizante porque a cada episódio estou sempre à espera que alguma das personagens que mais gosto e que me parecem chave na história morram.... só porque sim! 
Tou capaz de processar o autor da história e o realizador e produtor da série....

Oh Prince Oberyn Martell... o que eu gostava de ti! .'( snif snif.....