quarta-feira, 29 de abril de 2015

Vamos lá a testar essa dicção... :D

Gosto de trava-línguas, e de testar até onde vai o nosso grau de (des)coordenação a falar... há qualquer coisa entre o nosso olho/cérebero/língua que só funciona correctamente até certo ponto! E esse ponto é diferente de pessoa para pessoa. Por acaso há uns dias li uma notícia sobre o facto dos pais errarem ao quererem (e terem orgulho) que os seus filhos comecem logo a aprender as letras e a escrever antes da idade em que entram para a escola primária. E realmente se verificarmos até os próprios brinquedos para crianças de 3 a 5 anos já têm as letras e os sons e as palavras. Há um certo precocismo em tudo isto. Porque o facto de estarmos a tentar ensinar as crianças o processo de fazer, ler e compreender palavras escritas, estamos a deturpar o seu desenvolvimento natural mais adaptado à fala e audição. O humano, e isto agora vai chocar os intlectualistas por esse mundo fora, não foi feito para dar tanta canalização mental ao processo de ver letras - formar palavras - ler documentos - processar a informação adquirida - e tomar decisões/assimilar conhecimento dessa informação. Este processo é demasiado complexo e desgastante para o cérebro. Funcionamos melhor audição/compreensão do que leitura/compreensão. A linguagem e comnunicação oral é um processo mais natural e simples, e portanto menos exigente em termos de recursos aplicados. A escrita e compreensão (e por vezes transmissão) escrita está noutro nível de dificuldade e complexidade mental. Ora, dizia aquela notícia que li, que estarmos a tentar que a criança aprenda a ler e a escrever numa idade ainda muito tenra podemos estar a  boicotar o seu correcto desenvolvimento a nível oral e auditivo, que, em primeira mão, é mais importante à sobrevivência da espécie. 
Mas esse assunto é tão discutível (dado que a humanidade evoluiu neste sentido e não vale muito a pena estarmos a dizer agora que ai ai ai estamos a utilizar incorrectamente o nosso cérebro... ou estamos desviados do verdadeiro sentido da vida...etc e tal) que podemos brincar com o assunto.

Ora tentem lá dizer as seguintes frases, sem paragens nem enganos:
















E então? Como vai essa dicção?! Tramada né?! ehehehehehheh :) :)

Perspectivando...

Às vezes acham que a vossa vida é complicada ou cheia de problemas, ou têm constantemente dilemas existenciais ou merdas (sorry!!!) dessas?!... emtão reparem só no seguinte pormenor:

nós somos pequeninos, pequeninos...


... portanto se pensarmos bem... não vale muito a pena sofrer ou perdermos tempo com coisas que na verdade são apenas nano-mini-mini-minúsculas!

terça-feira, 28 de abril de 2015

Identificação de Seguros pela matricula do carro - Útil!

Este endereço é para guardar!
Através deste site podem saber qual a seguradora de qualquer veículo. Basta inserir a matrícula. É útil para aqueles casos em que o indivíduo bate e foge, etc....

Qual a tua idade noutros planetas?

Pessoal... muito fixe este link: http://www.minerva.uevora.pt/ticiencia/estrelas/idade_noutros_planetas.htm.

Coloquem a vossa data de nascimento e vejam a idade que têm noutro planeta. :)

domingo, 26 de abril de 2015

Fotos actualizadas no blog!!! Toca a espreitar! :) E a gostar (assim espero!)







Evolução da Espécie - Simpsons


Vi esta "abordagem" à Teoria de Evolução das Espécies há muito pouco tempo num episódio dos meus queridos e adorados Simpsons e achei fenomenal. Aqui está o respectivo vídeo. :)

Numerologia - o significado do vosso nome

Não quer dizer que este tipo de coisas sejam certíssimas ou que de alguma forma nos limitem no que somos ou iremos ser, mas acho que é sempre giro ler e até confirmar ou não o que dizem.

Coloquem o vosso nome completo neste site e vejam o que a numerologia diz acerca de vocês:


Ooops.... ooops outra vez... outch!


"ESTA FOI A  PERGUNTA DE UMA CALOIRA DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SAÚDE DO PORTO SOBRE PAPILAS GUSTATIVAS, QUE ATÉ JÁ DEU ORIGEM A UM PROGRAMA DO HOMEM QUE MORDEU O CÃO.

Esta história é verídica.

Numa aula de biologia, o professor estava a falar sobre o alto teor de glicose encontrado no sémen, quando uma caloira levantou o braço e perguntou:
- Se eu entendi bem, o senhor professor está a dizer que se encontra muita glicose no sémen. Seria tanto quanto no açúcar?
- Sim. Respondeu o professor.
- Então por que é que o gosto não é doce?
Após um silêncio de estupefacção, a turma toda escangalhou-se a rir. A pobre caloira ficou roxa de vergonha assim que percebeu quão impensada foi sua pergunta. A resposta do professor,entretanto, foi clássica:
- O gosto não é doce porque as papilas gustativas que reconhecem o sabor doce, encontram-se na ponta da língua e não no fundo da garganta..."

hmmmm 

Para dar umas boas gargalhadas :D

Extraído do magnífico livro "A medicina na voz do povo"

"Leiam e divirtam-se.

           'Tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza.'
           Carlos Barreira da Costa, médico Otorrinolaringologista da mui nobre e Invicta cidade do Porto, decidiu compilar no seu livro A Medicina na Voz do Povo, com o inestimável contributo de muitos colegas de profissão, trinta anos de histórias, crenças e dizeres ouvidos durante o exercício desta peculiar forma de apostolado que é a prática da medicina. E dele não resisti a extrair verdadeiras jóias deste tão pouco conhecido léxico que decidi compartilhar convosco.

O DIÁLOGO COM UM PACIENTE COM PATOLOGIA DA BOCA, OLHOS, OUVIDOS, NARIZ E GARGANTA É SEMPRE UM DESAFIO PARA O CLÍNICO

               a.. A minha expectoração é limpa, assim branquinha, parece, com sua licença, espermatozóides.
               b.. Quando me assoo dou um traque pelo ouvido, e enquanto não puxar pelo corpo, suar, ou o caralho, o   nariz não se destapa.
               c.. Não sei se isto que tenho no ouvido é cera ou caruncho.
               d.. Isto deu-me de ter metido a cabeça no frigorífico.
Um mês depois fui ao Hospital e disseram-me que tinha bolhas de ar no ouvido.
               e.. Ouço mal, vejo mal, tenho a mente descaída.
               f.. Fui ao Ftalmologista, meteu-me uns parafusinhos nos
olhos a ver se as lágrimas saíam.
               g.. Tenho a língua cheia de Áfricas.
               h.. Gostava que as papilas gustativas se manifestassem a meu favor.
               i.. O dente arrecolhia pus, e na altura em que arrecolhia às
imidulas, infeccionava-as
               j.. A garganta traqueia-me, dá-me aqueles estalinhos e
depois fica melhor.

           AS PERTURBAÇÕES DA FALA IMPACIENTAM O DOENTE
               a.. Na voz sinto aquilo tudo embuzinado.
               b.. Não tenho dores, a voz é que está muito fosforenta.
               c.. Tenho humidade gordurosa nas cordas vocais.
               d.. O meu pai morreu de tísica na laringe.

           OS PROBLEMAS DA CABEÇA SÃO MUITO FREQUENTES
               a.. Há dias fiz um exame ao capacete no Hospital de S. João .
               b.. Andei num Neurologista que disse que parti o penedo, o rochedo ou lá o que é....
               c.. Fui a um desses médicos que não consultam a gente, só falam pra nós.
               d.. Vem-me muitos palpites ruins, assim de baixo para
cima....
               e.. A minha cabecinha começa assim a ferver e fico com ela húmida, assim aos tombos, a trabalhar.
               f.. Ou caiu da burra ou foi um ataque cardeal.

           OS APARELHOS GENITAL E URINÁRIO SÃO OBJECTO DE QUEIXAS SUI GENERIS
               a.. Venho aqui mostrar a parreca.
               b.. A minha pardalona está a mudar de cor.
               c.. Às vezes prega-se-me umas comichões nas barbatanas.
               d.. Tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza.
               e.. Fazem aqui o Papa Micau (Papanicolau)?
               f.. Quantos filhos teve? - pergunta o médico.
           - Para a retrete foram quatro, senhor doutor, e à pia baptismal
levei três.

               a.. Apareceu-me uma ferida, não sei se de infecção se de uma foda mal dada.
               b.. Tenho de ser operado ao stick. Já fui operado aos
estículos.
               c.. Quando estou de pau feito... a puta verga.
               d.. O Médico mandou-me lavar a montadeira logo de manhã.

           AS DORES DA COLUNA E DO APARELHO MUSCULAR E ESQUELÉTICO SÃO DIFÍCEIS DE SUPORTAR
               a.. Metade das minhas doenças é desfalsificação dos ossos e intendência para a tensão alta.
               b.. O pouco cálcio que tenho acumula-se na fractura.
               c.. Já tenho os ossos desclassificados.
               d.. Além das itroses tenho classificação ossal.
               e.. O meu reumatismo é climático.
               f.. É uma dor insepulcrável.
               g.. Tenho artroses remodeladas e de densidade forte
               h.. Estou desconfiado que tenho uma hérnia de escala.

           O PORTUGUÊS BEBE E FUMA MUITO E DESCULPA-SE COM FREQUÊNCIA
               a.. Tomo um vinho que não me assobe à cabeça.
               b.. Eu abuso um pouco da água do Luso.
               c.. Não era ébrio nato mas abusava um pouco do álcool
               d.. Fujo dos antibióticos por causa do estômago.
Prefiro remédios caseiros, a aguardente queimada faz-me muito bem.
               e.. Eu sou um fumador invertebrado.

           O APARELHO DIGESTIVO ORIGINA SEMPRE MUITAS QUEIXAS
               a.. Fui operado ao panquecas.
               b.. Tive três úlceras: uma macho, uma fêmea e uma de
gastrina.
               c.. Ando com o fígado elevado. Já o tive a 40, mas agora
está mais baixo.
               d.. Eu era muito encharcado a essa coisa da azia.
               e.. Senhor Doutor, a minha mulher tem umas almorródias que,com a sua  licença, nem dá um peido.
               f.. Tenho pedra na basílica.
               g.. O meu marido está internado porque sangra pela via da
frente e pinga  pela via de trás.
               h.. Fizeram-me um exame que era uma televisão a trabalhar e eu a comer  papa.
               i.. Fiz uma mamografia ao intestino.
               j.. O meu filho foi operado ao pence (apêndice) mas não lhe puseram os  trenós (drenos), encheu o pipo e teve que pôr o soma (sonda).

          E O OS MEDICAMENTOS S SEUS EFEITOS PRESTAM-SE ÀS MAIORES CONFUSÕES
               a.. Ando a tomar o Esperma Canulado - Espasmo Canulase
               b.. Tenho cataratas na vista e ando a tomar o Simião -
Sermion
               c.. Andei a tomar umas injecções de Esferovite -
Parenterovit
               d.. Era um antibiótico perlim pim pim mas não me fez nada -
Piprilim
               e.. Agora estou melhor, tomo o Bate Certo - Betaserc
               f.. Tomo o Sigerom e o Chico Bem - Stugeron e Gincoben
               g.. Ando a tomar o Castro Leão - Castilium
               h.. Tomei Sexovir - Isovir
               i.. Tomo uma cábulas à noite.
               j.. Tomei uns comprimidos jaunes, assim amarelados
               k.. Tomo uns comprimidos a modos de umas aboborinhas.
               l.. Receitou-me uns comprimidos que me põem um pouco tonha.
               m.. Estava a ficar com os abéticos no sangue.
               n.. Diz lá no papel que o medicamento podia dar muitas
complicações e alienações.
               o.. Quando acordo mais descaída tomo comprimidos de alta potência e fico logo melhor.
               p.. Ó Sra. Enfermeira, ele tem o cu como um véu. O líquido entra e nem actua.
               q.. Na minha opinião sinto-me com melhores sintomas.
           O QUE OS DOENTES PENSAM DO MÉDICO
               a.. Também desculpe, aquela médica não tinha modinhos
nenhuns.
               b.. Especialista, médico, mas entendido!
               c.. Não sou muito afluente de vir aos médicos.
               d.. Quando eu estou mal, os senhores são Deus, mas se me vejo de saúde  acho-vos uns estapores.
               e.. Gosto do Senhor Doutor! Diz logo o que tem a dizer, não anda a  engasular ninguém.
               f.. Não há melhor doente que eu! Faço tudo o que me mandam,com aquela coisa de não morrer.

            EM RELAÇÃO AO DOENTE O HUMOR DEVE SEMPRE PREVALECER SOBRE A SISUDEZ E O DISTANCIAMENTO. Senão, atentem neste clássico
           - Ó Senhor Doutor, e eu posso tomar estes comprimidos com a menstruação? Ao que o médico retorque:
           - Claro que pode. Mas se os tomar com água é capaz de não ser pior ideia. Pelo menos sabe melhor."
Muito bom ou quê?! :D Adoro! Adoro!

Coisas que adoro: Enigmas, Charadas e Problemas em geral... #5

Será que o nosso pensamento é alternativo? :)



 Respostas
1. A última pessoa levou o ovo juntamente com a cesta, sem o tirar de dentro dela.
2. Todas as outras pessoas que jogavam cartas eram mulheres.
3. Deite o sumo do segundo copo no quinto.
4. O recluso vivia num farol à beira‐mar.

Sites de Fotografia/Fotógrafos que gosto

Eis alguns dos sites/ fotógrafos que mais gosto:

http://www.carlosportugal.pt/

http://www.digital-zoom.net/

http://joelsantos.net/ 

http://tirarumafoto.wix.com/tirarumafoto 

http://www.josesmatos.com/

http://www.fabioteixeira.com/

http://rlfocus.blogspot.pt/ 

http://olhares.sapo.pt/LMSB/

http://mafaldarodriguesfotografia.weebly.com/

http://dreamakerphotography.com/blog/

http://www.andreboto.com/

https://grendelart.carbonmade.com/

http://www.danielrodriguesphoto.com/

http://www.amazonasimages.com/sebastiao-salgado

http://www.mariotestino.com/

http://annieleibovitz.tumblr.com/

http://stevemccurry.com/galleries

Enjoy! :)

ps: vou actualizando a lista à medida que vão surgindo mais dicas boas :)))

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Pois é... mesmo isto!


Recebi há dias um texto/reflexão que achei muito pertinente. Não sei quem é o autor mas aqui fica a minha homenagem e tentativa de reprodução do mesmo:

"Num evento a nível mundial foram colocadas as seguintes questões: (tentem responder agora vocês também...)

- Para o que é que tu vives?

A maioria das pessoas responde: - Para trabalhar!

Então, responde agora novamente: - Para o que é que trabalhas?

As respostas são... - Para ganhar dinheiro!

E para que é que queres ganhar dinheiro?

Resposta: - Para poder comprar coisas!"

Há algo de errado nisto não concordam? Conclusão: Vive-se para trabalhar, trabalha-se para ganhar dinheiro e ganha-se dinheiro para... comprar coisas! Vive-se para consumir!

Acho que em outro momento algum da História a Humanidade foi tão materialista, consumista, egocêntrica e narcisista. Passámos do "penso, logo existo" paa o "compro, logo existo".
Isto evidencia que estamos gravemente doentes! Centrados no dinheiro e conforto material. Basicamente estamos a atravessar um agreste deserto espiritual. Por essa razão é que há cada vez mais casos de doenças mentais, depressões, insónias, crises de ansiedade, estados psicóticos, vícios, e afins. Nunca a indústria farmaceutica vendeu tantas drogas para as perturbações mentais e emocionais...
No meio de tanta informação as pessoas estão cada vez mais desiludidas, descontentes e desmotivadas.

Há portanto que, chegados a este ponto de constatação e reflexão, repensar os rumos da nossa vida!

Perceber que ser rico não é ter muitas coisas. É não precisar de muitas coisas!

Ser livre é ter tempo para nos dedicarmos às coisas que nos motivam e que promovem o bem, a inovação, a criatividade, o amor. As pessoas hoje em dia têm tantas coisas, tantos gadjets que compraram para, supostamente, lhes facilitar a vida e poupar-lhes tempo, mas acabam por ficar presas a tanto aparelho e tecnologia, numa prisão auto-imposta e desconcertante.

Portanto, um dos caminhos para a liberdade e felicidade é começar por consumir pouco... gastarmos tempo sim mas a convivermos, a sermos amigos dos outros e da natureza, a sermos criativos e alegres. A fomentar a cultura e o conhecimento, que, em última análise, essas são as bases de uma vida plena, com sentido, com estrutura. Na construção de uma sociedade melhor.

...inspirado na vida e palavras do inegualável... José Pepe Mujica...

Coisas que adoro: Enigmas, Charadas e Problemas em geral... #4

O problema da travessia do rio

O problema consiste em 8 pessoas que têm que atravessar um rio utilizando uma jangada.
As oito pessoas são:
  • pai;
  • mãe;
  • dois filhos;
  • duas filhas;
  • um polícia;
  • um prisioneiro.
Para efetuar a travessia é necessário seguir algumas regras:
  • A jangada só pode carregar duas pessoas por vez;
  • Somente o pai, a mãe e o polícia sabem manobrar a jangada;
  • Os filhos não podem ficar com a mãe na ausência do pai em nenhuma das margens do rio;
  • Os filhos não podem ser transportados pela mãe;
  • As filhas não podem ficar com o pai na ausência da mãe em nenhuma das margens do rio;
  • As filhas não podem ser transportadas pelo pai;
  • O prisioneiro não pode ficar com os membros da família na ausência do polícia;

Este teste foi usado no Japão para testes de QI para entrada na Universidade e em candidaturas a empregos
É usado principalmente em candidaturas para empregos na área das tecnologias da informação
O tempo médio de resolução do teste é de 15 minutos no Japão

Coisas que adoro: Enigmas, Charadas e Problemas em geral... #3

"Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao director:
- Qual é o critério que usam para decidirem que alguém precisa de ser internado aqui?
- É simples - respondeu o director, e prosseguiu:
- Enchemos uma banheira de água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e depois pedimos-lhe que a esvazie. De acordo com a forma como ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.
- Entendi - disse o visitante -, uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher. 
  
....
  
- Não... - respondeu o director -: uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo!!  O que é que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?"

AHAHAHAHAHAH

Coisas que adoro: Enigmas, Charadas e Problemas em geral... #2



Dica:  "Na vida precisamos analisar as situações de vários ângulos...." ;)




Resolução:
Observe a sequência: Imagine-se a chegar ao lugar de estacionamento, por trás do carro.  
  siga: 91, 90, 89, 88, 87 e 86.
 Para quem vê no desenho os números estão de cabeça para baixo.

Coisas que adoro: Enigmas, Charadas e Problemas em geral... #1

O Carlos encontrou um amigo de infância. Falaram sobre as respectivas vidas e o amigo disse-lhe que tinha 3 filhas!
 -“Que idade têm?”, perguntou o Carlos.
– ”O produto das suas idades é 36 e a soma é igual ao número daquela porta.”, respondeu o professor.
– O Carlos ficou com a cabeça às voltas e disse: “Tem que me dar outra pista”.
– “Tens razão”, retorquiu o amigo. “A mais velha toca piano.”
– “Ah! Assim já sei.”, concluiu o Carlos.
 
Quais são as idades das filhas do professor de Matemática?


(esta é difícilzinha, daquelas de esmifrar o cérebro.... oh yeah....rsrsrsrsrsrsrsrs) 

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Surrealidades do meu dia-a-dia #20

Um destes dias. Calmamente a caminhar até ao meu destino. Passei junto de um jardim de infância. Grande azáfama. Era hora dos pais irem buscar os filhos. No meio daquela algaraviada de crianças e pais e carros, reparo num menino com cerca de 5 anos, que vinha de mão dada com a mãe, muito contente, a contar o que tinha feito durante o dia e as actividades da escola. A mãe, com o menino numa e com a mochila do menino na outra mão, vinha a ouvir o filho mas com uma expressão de desdém, lábios em tom de desaprovação e olhos revirados. Achei aquilo tão estranho.
Ela tinha uma expressão, mais do que cansada, de farta. De extenuada, e talvez por isso descrente e também intransigente.
Doeu-me o coração. O menino alegre a reportar as suas descobertas e aventuras, e a mãe completamente alheada do facto de que aquele momento entre eles nunca mais se repetirá. Pode acontecer de forma semelhante amanhã ou no dia a seguir, mas nunca mais ocorrerá aquele preciso (e precioso) momento. Aquela mãe está completamente alheada do valor que tem por ter um filho, saudável, e alegre.
Todas as mães têm filhos. Mas nem todos os filhos têm mães...
Pensei que aquela mãe tinha de ter alguma razão para estar a reagir assim. Mas depressa deixei de querer arranjar-lhe qualquer tipo de justifacção ou atenuação do acto...

No preciso momento em que passei por eles ainda ouvi o seguinte diálogo:

Menino -´Tá aí na mochila um papel da escola por causa de um trabalho para fazermos em casa com os pais! É para trazermos depois de amanhã! :)

Mãe - ... eu logo vi. Essas também só têm ideias parvas. Só se lembram é de merdas para a gente fazer em casa.

E pronto. Posto isto... acho que não há muito mais a dizer correcto?! Não há justificação plausível para uma mãe que tem este tipo de linguagem e reacção junto de um filho, menor.

Depois queixem-se que os filhos são mal-educados, não respeitam os pais e não se sabem comportar...


terça-feira, 21 de abril de 2015

Acerca do sedentarismo, novos modos de vida e... obesidade corporal e mental!

Já se perguntaram que raio de desenvolvimento (financeiro, económico, científico) é este que está a deixar as pessoas cada vez mais doentes (obesidade, problemas cardio-vasculares, entre outros), menos felizes e menos capazes?!

Eu sim. É um desenvolvimento vazio e insuflado... gordo e anafado!

sábado, 18 de abril de 2015

Bom fim-de-semana!


Façam favor de ter um excelente fim-de-semana ok?!

Beijinhos

Escola virtual gratuita de Língua Gestual Portuguesa

Olha que interessante!

"A Associação de Surdos do Porto lançou a primeira escola virtual gratuita de Língua Gestual Portuguesa O principal objetivo da plataforma é aproximar surdos e ouvintes e, por isso mesmo, o site que dá acesso à escola virtual está aberto a toda a gente. Basta fazer um registo simples na página para ter acesso aos conteúdos do curso de Língua Gestual Portuguesa gratuitamente. Dactilografia, numerais, saudações ou graus de parentesco são alguns dos módulos em que está divido o curso, que pode ser feito ao ritmo de cada utilizador. Os vídeos das aulas podem ser vistos tantas vezes quanto necessário para ter boas notas nos testes, que também podem ser feitos livremente online Armando Baltazar, do departamento de formação da Associação de Surdos do Porto, mentora do projeto, explicou que a ideia surgiu para “eliminar a barreira de comunicação entre os mundos surdo e ouvinte”. A plataforma pretende ser um “espaço comum” entre surdos e ouvintes que “vivendo, trabalhando, frequentando juntas o mesmo espaço estão tão ‘distantes'”. O site depende de donativos para continuar a crescer e aumentar os conteúdos disponíveis aqui."


Fonte: www.eas.pt


"...depressão como a ansiedade são as doenças mentais que mais afectam os portugueses..."

Porque será? 
Interesso-me muito pela temática das doenças ou perturbações mentais. Em última análise são as principais responsáveis por grande parte dos desequilíbrios individuais e colectivos.
De forma ligeira ou de forma agravada, e tal como num ciclo vicioso, são causa e consequência. Das condições de vida, da cultura consumista que alimentamos, da educação simultaneamente exigente e relaxada que recebemos, da falta de estruturas fortes, correctas e sedimentadas, e também de factores genéticos e hereditários.
Alguma vez se perguntaram porque é que as pessoas andam cada vez mais ansiosas e depressivas? Porque andam frustradas, desiludidas, sem tempo para nada, sem objectivos concretos, sem um verdadeiro sentido de vida.
E... são elas próprias que entram nesse ciclo e que o alimentam.
Toda a gente percebe claramente o momento em que se está a deixar vencer. O momento crucial em que se deixa de pertencer à razão e se passa a entrar na espiral. A partir daí, a vida nunca mais será a mesma. Há quem tenha a coragem de tentar perceber os porquês e tentar mudar isso. Há quem entre em negação e se afunde mais um bocadinho dia após dia. Há ainda os que arrastam amigos e familiares consigo, de forma semi-consciente, sem nada fazer para mudar isso.
Até que... até que algum dia isso acabe. De uma forma ou de outra. De um lado, ou do outro.

É um estado de doença que importa perceber e tentar entender. Eu gostaria imenso de estudar esta problemática.


I had a black dog, his name was depression (OMS - Organização Mundial de Saúde)

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Acerca do Tempo


Não... não vou comentar o estado do tempo. Não me vou queixar porque gosto de sol mas também gosto de chuva. Vejo vantagens em ambos! :)

Vou isso sim... comentar que o tempo tem passado muito depressa e eu tenho milhões de ideias e assuntos mas não tenho conseguido actualizá-los aqui. Pardon me!

Beijo fofuras!

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Reportagem muito interessante e importante - "Somos o que comemos"

Somos pois. A comida dá-nos energia, proporciona o nosso crescimento... e se mal gerida (ou neste caso... ingerida) dá-nos muitas preocupações e proporciona também o nosso... alargamento. A par disso vêm as doenças e a má qualidade de vida. Sem falar num menor número de anos de vida a um maior custo.



Ver a reportagem da SIC, aqui.